terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

sábado, 11 de fevereiro de 2017

Assovio Celeste



ASSOVIO CELESTE

Olha, meu amigo. Olha o céu.
É belo, não é?
Vai!
Abre essas asas e voa solto.
Abre esse peito e solta esse canto.
Mas você me parece triste, meu companheiro. O que foi?
Teus olhos estão perdidos no infinito! Mas por que?
Te dei as cores mais belas e um gorjeio que poucos têm.
Então, por que a seriedade?
Você tem, também, a companheira que te fica ao lado até o fim,
e todo um legado de beleza e leveza.
É tua prole que alegrará todos os reinos,
seja o da terra ou o do céu.
O que você falou, belo amigo? Repete!
Ah! É isso! Teu nome. Você não tem um, não é?
Nem sabe de onde vem?
Mas sabe! Você canta o imaginário da natureza.
É um encantador da alma.
É um canoro da terra.
É um CANÁRIO DA TERRA.

E assim, Deus soltou, no mais inspirado dia da criação,
seus pupilos canoros pela terra.
Entre eles, um dos mais belos, o CANÁRIO DA TERRA.


(autor desconhecido)